O que é o Backlog de Manutenção?

O Backlog de Manutenção – atraso na manutenção, em português – é um indicador de tempo que representa o conjunto de trabalhos de manutenção necessários e que ainda não foram concluídos.

 

Geralmente calculado em dias ou semanas de trabalho, o backlog de manutenção quantifica o tempo necessário para realizar as operações de manutenção pendentes. O atraso na manutenção é composto tanto por tarefas de manutenção preventiva e corretiva, como inspeções de qualidade ou qualquer outra atividade indispensável para o bom funcionamento dos ativos.

 

O grau apropriado deste atraso deve ser determinado pelo fluxo de trabalho do planeamento e controlo de manutenção.

 

Embora algum nível de backlog seja aceitável, as tarefas negligenciadas causam inevitavelmente mais avarias e paragens nos ativos. Consequentemente, as avarias exigem tarefas de manutenção não planeadas imediatas que, por sua vez, perturbam as atividades programadas. Estas interrupções na programação acumulam mais tarefas em atraso, o que pode transformar-se num círculo vicioso.

 

Por outras palavras, o atraso na manutenção gera uma lista de tarefas a realizar durante um determinado período de tempo e, ter algum atraso é inevitável. Caso contrário, pode indicar um excesso de mão-de-obra.

 

Então, o objetivo não é eliminar o atraso na manutenção por completo, mas sim gerir este processo de forma eficiente.

 

Como calcular o Backlog de Manutenção?

 

Por ser um indicador de tempo, o resultado do backlog deve ser estabelecido em horas, minutos, dias, semanas ou meses. Nesse sentido, o cálculo é feito a partir da soma dos valores de homem-hora de todas as tarefas pendentes, planeadas, programadas e realizadas; a dividir pelo valor total de homens-horas disponíveis.

 

Contudo, deve consideradar-se apenas o tempo produtivo de cada colaborador, uma vez que os técnicos não estão a executar tarefas 100% do tempo. Portanto, antes de calcular o backlog, é necessário medir a produtividade da equipa.

 

Assim, considera-se que o padrão médio global é de 2 semanas, tendo em conta o trabalho em dias úteis. Por outro lado, se as empresas laboram sem interrupção semanal, o padrão é de 3 a 4 semanas.

 

Quais são as vantagens deste indicador de manutenção?

 

O cálculo deste indicador de manutenção permite verificar a produtividade da equipa, assim como aferir a causa dos atrasos na manutenção.

 

Além disso, este indicador torna a informação mais clara e acessível às equipas, para que possam identificar os pontos que devem ser melhorados.

 

No que diz respeito ao cálculo do backlog, é essencial definir a forma como deve ser medido. É fundamental chegar a um acordo com a equipa sobre o que constitui a acumulação de trabalhos de manutenção. Só para exemplificar, deve diferenciar as tarefas (o que são manutenções preventivas e corretivas) e distribuir o trabalho em conformidade, para que a mão-de-obra seja utilizada de forma eficaz na gestão deste atraso.

 

Atraso na manutenção de ativos de alto risco

 

O atraso na manutenção de ativos de maior risco é bastante prejudicial, de tal forma que pode colocar a organização numa situação de risco. Como resultado, podem ocorrer várias falhas/avarias nos equipamentos e custos associados à sua subsitituição, incumprimento dos requisitos legais de segurança e perdas na produtividade da empresa.

 

Os ativos de baixo risco toleram um atraso na manutenção mais longo e, por outro lado, os de alto risco suportam um backlog mais reduzido.

 

Backlog de manutenção e o software CMMS

 

Sem dúvida que é difícil calcular e controlar o backlog sem o apoio de um software CMMS como o Valuekeep.

 

Este sistema de gestão inteligente permite aos gestores de manutenção não só controlar o trabalho que se encontrar por realizar, mas também verificar a data limite para ser realizado.  Dessa forma, o gestor consegue obter uma total visibilidade sobre os atrasos e avarias nos ativos da empresa.

 

Saiba como o Valuekeep pode ajudá-lo a acompanhar todos os trabalhos e o atraso na manutenção, para aumentar a disponibilidade e fiabilidade dos ativos da sua empresa.

Agendar uma demo

Artigos relacionados:


Blog

Como tirar partido da indústria 4.0 na Manutenção

Atingir o pleno potencial da indústria 4.0 consiste num conjunto de estratégias que envolve toda a organização e que possui várias etapas.

Saber mais

Blog

A importância do software CMMS na manutenção 4.0

Os sistemas de gestão como o CMMS asseguram o controlo global das operações de manutenção e, por isso, são um grande aliado para as empresas.

Saber mais

Blog

O que é a Manutenção 4.0?

Acompanhar o retorno de investimento dos equipamentos e ultrapassar fronteiras de comunicação são algumas das vantagens da indústria 4.0.

Saber mais

Blog

Redução de custos através da previsão de falhas ou avarias

A manutenção preventiva é um tipo de manutenção que consite em realizar intervenções para prevenir falhas e avarias nos ativos e instalações.

Saber mais

AGENDAR UMA DEMO

Simplifique a manutenção da sua empresa.

Comece já!

Agende uma demo e saiba tudo sobre a nossa solução.

Agendar demo
Schedule a Demo